quinta-feira, 26 de setembro de 2013

Um estudo (em vermelho)

Em função do projeto de graduação, tive pouco tempo para me dedicar a atividades lúdicas. Me organizei para trabalhar sem comprometer meu sono e meu momento semanal com família e amigos, mas a ansiedade acaba atrapalhando essas horas de descanso. Durante esse período, minhas leituras foram basicamente em cima da bibliografia do projeto, e quando fugia disso, era para ler meus quadrinhos antes de dormir. Bom, o fato é que já não preciso mais ler os livros da bibliografia nesta etapa do projeto, e estou seca por um romance policial! xD

Quem me conhece sabe que romance policial é meu gênero preferido de leitura e eu tento juntar as peças e descobrir o culpado pelo crime antes do livro terminar. Ontem, aproveitando um dia que me dei de folga, peguei meus marcadores e brinquei de desenhar a minha versão de capa para o livro Um Estudo em Vermelho (A Study in Scarlet), de Sir Arthur Conan Doyle. Este é o livro de apresentação de Sherlock Holmes, e já o li umas 4 vezes.

usei os marcadores à base de álcool.

Antes de começar a desenhar, usei o quadrado semiótico de Greimas para me orientar na composição partindo da narrativa. E depois de ter uma ideia do que fazer, usei a semiótica de Peirce na construção dos sígnos. Mas essas coisas rendem assunto pra um outro Cappuccino.

No fim das contas, meu dia de "folga" acabou sendo um dia de estudo - tanto de uso de materiais, quanto de exercício de conteúdo aprendido durante o curso. Tô precisando urgentemente de férias, isso sim! XD

Até a próxima! o/

8 comentários:

  1. Legal Nane, muito bom esse negocio de ilustrar a capa dos livros, e usar a semiotica para se basear. A semiotica e de grande ajuda no trabalho da ilustracao, eu nao manjo muita coisa nao porque no meu curso nem existia uma disciplina Semiotica, infelizmente. Tu conhece a ideia de fazer Ex-Libris? No aguardo desse post de siotica para ver se aprendo algo! Abraco!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ei Rosali!
      Siiiiiimmmm! A semiótica ajuda em tudo, não dá pra viver sem. rs Ainda não sei quando vai sair esse Cappuccino sobre o tema, porque é uma coisa bem complexa e eu não pensei ainda em como explicar de maneira simples. Afinal, eu também não sou uma semioticista renomada, tive apenas uma matéria sobre isso no curso, então tenho medo de falar besteira.

      Conheço Ex-Libris sim, mas não conheço ninguém que tenha feito um. Acho bastante sofisticado ter um ex-libris, e acredito que seja uma tarefa difícil projetar isso.

      Excluir
  2. onde se le `siostica` leia-se semiotica :P

    ResponderExcluir
  3. Adorei a capa!! O resultado das manchas no papel ficou bem legal =D

    Mas usar semiótica pra fazer isso... Tô até com medo dessa matéria O_o"

    Quando vc tiver de folga meeesmo, procura uma série chamada "Sherlock". São poucos episódios (mas bem longos). Tô viciada XD

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ei Mari! Obrigada!
      Semiótica não é um bicho de sete cabeças não, pode ficar tranquila. Só é um conteúdo teórico um pouco complexo, mas que com o uso a gente acaba entendendo.

      Conheço essa séria e também sou viciada. Tenho muita frescuras com adaptações de livros (principalmente com os que gosto), mas essa série me surpreendeu supremamente. Tem um outra antigona chamada The Adventures of Sherlock Holmes que é muito boa e segue a história sem alterar uma palavra.

      Excluir
    2. Ah, é normal ter frescura (eu tb tenho é aos montes xDD) Q massa!! Faltam dois episódios para eu terminar. Mas tb ñ quero ficar esperando até novembro pra sair a 3ª temp =(

      E essa é uma série ou filme?

      Excluir
    3. Nem me fale! Novembro tá tão longe.... (/T_T)/ ~ ~ ~ *novembro*

      É uma série mesmo. Tem 7 temporadas, com episódios de 50min. Eu não consegui achar legenda pra todos os episódios, mas por vicio vi sem legenda mesmo. Depois de um tempo dá pra acostumar com o inglês britânico; e como os episódios seguem fielmente os livros, dá pra imaginar o que tá sendo conversado. ;)

      Excluir