domingo, 6 de outubro de 2013

Art Nouveau

Notei que estava usando o Sketchpad preocupada em finalizar os desenhos começados nele e fui perdendo muitas oportunidades de estudos bacanas por não ser algo "finalizável". Então, pra sanar esse problema, semana passada comprei mais um bloquinho (Neon azul da Tilibra, 96 folhas, 11cm x 15cm) pra desenhar, acompanhado de uma caneta Stabilo marrom.

Eu já estava com vontade de fazer alguns estudos com linhas de contorno que fugissem do nanquim preto, e cheguei a usar lápis de cor pra isso. Mas como é extremamente chato ficar apontando o lápis toda hora pra ter uma linha mais fina e uniforme, torrei uns trocados na Stabilo. 

Um dos meus movimentos artísticos preferidos é o Art Nouveau, e nas obras impressas desse estilo linhas de contorno marrom são muito presentes. Daí, peguei inspirações em elementos da natureza que eu gosto muito (asas de inseto, folhas de pau brasil, café) para estreia do meu caderninho novo.

usei lápis HB pro rafe

A segunda etapa foi passar a caneta, mas como gostei do rafe, acabei finalizando o desenho com mesa de luz em outra página! xD Tirei cópia do desenho à lápis, levei o caderninho pra mesa de luz e tasquei a caneta marrom sem dó nem piedade.

gostei muito do efeito da caneta marrom!

Fiquei um pouco triste pela tinta da caneta entrar na fibra do papel, mas acredito que em trabalhos de formatos maiores o efeito seja melhor. O papel do bloco da Tilibra é Offset 75g/m² (que nem esse de impressora) e portanto tem superfície um pouco porosa. Acho que usando um papel Layout isso não aconteceria. Mas enfim...

Pensei em usar pó de lápis de cor aquarela para colorir e dar o efeito suave da transição de cores da impressão litográfica, mas a preguiça falou mais alto e desisti da ideia de ficar raspando a ponta de lápis com estilete. Então, peguei um material que já vem em pó prontinho pra colorir superfícies: maquiagem!

Pó compacto para cobrir a pele, blush para "dar profundidade"!
Quem diria, heim! Dicas de maquiagem no Cappuccino...

E para colorir o restante do desenho, que pedia cores mais diversificadas, utilizei vários estojinhos de sombra. Atenção, leigos: sombra é o pó colorido que se passa sobre as pálpebras; blush é o que dá cor saudável às bochechas; pó compacto é tipo um reboco e serve pra deixar a fuça uniforme.

Dá pra ser um desenhista muito feliz com um kit de maquiagem!

Depois de colorido dessa forma, o desenho precisa receber uma camada de verniz fixador, senão acontece o mesmo que desenhos feitos com pastel seco e carvão: soprou, sumiu. Infelizmente meu verniz acabou quando estava no segundo período do curso, então, a menos que eu consiga catar de alguém emprestado, meu desenho tem data marcada pra desaparecer.

Uma alteração que fiz depois de pintar foi preencher com marrom o adorno superior, porque achei que ficou muito apagado em relação aos outros elementos. No fim das contas, o resultado foi este:

Agora que eu vi... não desenhei meus óculos!

A preguiça de raspar ponta de lápis acabou dando oportunidade para explorar possibilidades artísticas e espero que tenham gostado da dica pro uso alternativo de maquiagem. rs

Até a próxima! o/

-------
Extra
Para mais informações sobre esse movimento artístico, recomendo este artigo da Artsy: What is Art Nouveau. Está em inglês, mas nada que o tio Google não ajude a traduzir. ;)

20 comentários:

  1. Naneee..ficou muito legal! Quanto a maquiagem, me lembrou a minha infância, minha mãe não podia me levar na farmácia pq eu sempre queria comprar "pinturinha" kkkkkkkkkkkkk ela ficava brava pq eu acabava usando pra pintar os desenhos dos livrinhos kkkkkkkkkk ..achei que eu nunca veria isso de novo e vc aparece com esse post...amei!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hahahahahaha!!! "pinturinha"
      Que legal, Débora! Você já tinha jeito pra coisa desde criança, heim. Eu sei que não é nada extraordinário usar maquiagem pra essa outra finalidade, mas pra mim foi uma experiência inédita e super legal!

      Fico contente por ter feito você lembrar dos tempos divertidos da infância, e agradeço por ter compartilhado a história por aqui. Imaginei a situação e ri alto! xD

      Excluir
  2. Quem não tem cão caça com gato né? auehauehaue
    Realmente foi uma saída bem criativa para um efeito de cores esfumaçadas.

    Agora comparando um estojo com + ou - 12 cores de maquiagem vs. lápis de cor, vale a pena? xD

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olha... dependendo da marca do lápis de cor, vale a pena sim! xD

      Excluir
  3. Será que seu estojo, o mesmo utilizado nesta linda pintura, me transforma em princesa? =D
    Perfeito, "Agora que eu vi... não desenhei meus óculos!" é pq você está de lente...

    Bjos meu e do seu irmão cabeludo! kkkkkk

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você não precisa de estojo pra ser princesa, sua linda!
      Obrigada por comentar!! \o/

      Beijos pra vocês! Tô com saudade. <3

      Excluir
  4. Quem diria! Ficou sensacional essa história. Nunca tinha pensado nessa possibilidade... essa de usar maquiagem pra colorir, eu digo. Parabéns pela experiência.

    Uma coisa que lembrei na hora que corri os olhos pelas imagens do post, foi dessa artista sensacional que o Bis me mostrou outro dia, chamada Jennifer Healy. Ela pinta bustos e rostos muito lindos, tudo com lápis de cor, claro. Mas me lembro que enquanto eu e o Bis observávamos as fotos dela um dia esbarramos com um material em pó que ela usa também. Ela disse que chama Pan Pastel. Nós pesquisamos e é caro pra chuchu!!! Parece um pastel em pó, sei lá.

    Deve ter o mesmo problema de fixação que os materiais que você já citou, mas deve ser uma experiência bacana também! :)

    Fica a dica pra quando você for Ryca! XD

    Pena que não dá pra escanear o negócio sem o fixador né? Senão o desenho e o scanner vão pro saco. Ou o teu scanner ia ficar fabuloso maquiado... hehehhee!

    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, só complementando... ainda não sei bem se é um pó. Talvez seja bem parecido com pastel mesmo, só que não em barra e aplicado com ferramentas esponjosas. :)

      Enfim, tem mais nesse link do fabricante: Técnicas com Pan Pastel

      Excluir
    2. Ei Suco!
      Que bacana essa guria aí do link. Como você passou o perfil do Facebook, eu só pude ver a imagem de capa dela. Mas achei muito massa.

      Sobre o material, não conhecia. Parece ser pó sim, pois alguns potinhos da foto tem ele todo quebrado dentro e tal e até a esponjinha parece as que vem junto com maquiagem para aplicar sombra. Quando eu for Ryca, vou comprar Pan Pastel aí pra ver de qual é.

      Excluir
    3. E claro... obrigada por compartilhar! =D

      Excluir
    4. O segundo link do meu primeiro comentário é pra conta do instagram da moça, e acho que lá você pode ver as imagens a vontade! ;)

      Excluir
  5. Gente, maquiagem, quem diria... xD Adorei o resultado! E combinou com o estilo de desenho.
    Ora, se vc começou nesse ramo "salão de beleza", pq não terminar assim?! Laquê pra cabelo tb serve como fixador! E ainda deixa o papel perfumado =P

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. (há uma GRANDE probabilidade de vc já saber disso, mas enfim xP)

      Excluir
    2. Hahahahaha! É mesmo? Quem diria...
      Deve ter laquê em algum canto desta casa.
      Obrigada, florzinha!

      Excluir
    3. Sempre aprendo coisas novas com vocês! \(*-*)/

      Excluir
    4. Eu ensinei uma coisa!! AAAAAAH!! XDDDD

      Excluir
  6. Olha ai que legal! Lembra dos ex-libris? Isso me lembrou bastante! Eu daquela vez que te falei, tava pensando em fazer um. O caso e que eu nao sei quais os elementos que vou por no meu! Lindo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada!
      Eu teria a mesma dúvida que você sobre elementos pra um ex-libris. Tenta buscar elementos que te representam e reduzir a representação deles até algo mais simbólico.

      Excluir