sábado, 5 de novembro de 2016

Nanquim e uma pitada de sal

Você é supersticioso? Eu acho que sou um pouco... Quer dizer, eu passo debaixo de escadas e adoro gatos pretos, só acredito em mau agouro e mau olhado etc. Enfim, toquei nesse assunto para dizer que depois de ter me mudado, senti necessidade tremenda de ter Espada de São Jorge em casa. Não tenho muito espaço para plantas, então dei um jeitinho: em vez de plantar, pintei.

Início do processo.

Usei papel para aquarela no formato A3 como base para trabalhar aguadas com nanquim verde e Ecoline amarelo areia. Existem várias espécies dessa planta, mas a que eu gosto mais é uma com folhas manchadas de verde e bordas amarelas. Diiiiizem que para proteção da casa são as melhores.

Voltando ao processo... Para fazer as manchas no nanquim, usei aquela técnica com sal grosso que usei  no Sepiatember de 2014. Quando colocamos sal grosso em cima de uma área entintada, o sal puxa a umidade, e deixa no papel manchado. Essa técnica é muito usada para tingir tecidos, e foi dessa forma que a aprendi.

Com sal e sem sal.

Depois que a tinta secou, removi todo o sal do papel. Tem que ser muito cuidadoso para não sujar a casa toda, pois o sal fica todo colorido e pode manchar outras partes do desenho. Outra observação importante é não deixar nada de metal perto do sal, para não oxidar/enferrujar/estragar. Se usar pincel, lave bem as cerdas depois, principalmente se forem de pelo natural, porque o sal resseca.

Finalizado e devidamente pendurado na parede.

Pendurei na parede, à esquerda da porta de entrada, como manda o figurino. Na verdade, eu preferia ter a planta mesmo, pois não sou de pendurar desenhos meus na parede. Mas como a falta de espaço era um problema, essa foi a solução que encontrei. E outra, coloquei tanto sal grosso nesse negócio, que está sobrecarregado de boas energias! rs

Meu objetivo nesse post nem era falar de superstição, nem de decoração, eu queria mostrar novamente o uso do sal grosso como técnica de pintura, mas me perdi. Hahahah! Acabou virando uma proposta pra quem gostaria de ter umas plantinhas em casa mas não tem espaço ou é desligado demais e esquece de regar... =P

Até a próxima! o/

6 comentários:

  1. Nossa, não sabia que Espada de São Jorge tinha tanta serventia. Além de proteger do mau-olhado ainda decora o ambiente que é uma beleza! =]

    Nunca pensei no sal, como ferramenta de pintura, parabéns por compartilhar!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Sr. Momotaro!
      Fico feliz por ter gostado.

      Excluir
  2. Nane, ficou muito bonito. Adorei as cores e a mistura de materiais! Parabéns!!!

    ResponderExcluir
  3. Gostei. Eu sou uma dessas que não pode ter plantas porque esquece de regar.
    gostei do resultado da pintura. Ficou SUPIMPA!

    ResponderExcluir